Pastoral

Independência ou Morte

"Viva a independência e a separação do Brasil!10 Capa Setembro
Pelo meu sangue, pela minha honra, pelo meu Deus,
juro promover a liberdade do Brasil.
Independência ou morte!"

Essa foi a frase histórica de D. Pedro I, no dia 7 de setembro de 1822, às 16h30min, às margens do Rio Ipiranga, localizado na cidade de São Paulo, SP.

Foi um brado retumbante de um povo heroico, às margens plácidas desse rio histórico, o Rio Ipiranga. É certo que isso custou um preço. Custou coragem, valentia e confiança. Afinal, era a separação política entre a colônia do Brasil e a metrópole portuguesa.  

Foi um processo que, merecidamente, ficou registrado nos anais da história brasileira e digno de ser lembrado e ovacionado mesmo depois de seus 195 anos. 

Quantos brasileiros que fizeram desdém às suas próprias vidas, tornando-se mártires, para que, hoje, pudéssemos desfrutar de uma nação livre, amada e 'gigante pela própria natureza'.

Quando se fala em 'independência', de liberdade, dentro de um contexto bíblico, logo pensamos naquele que também proclamou nossa liberdade espiritual e morreu por nós: Jesus! 

Ele disse: "O Espírito do Senhor está sobre mim, porque o Senhor me ungiu a pregar Boa Nova aos quebrantados e enviou-me a curar os quebrantados de coração e a livrar todos os cativos e a pôr em liberdade todos os algemados", Lucas 4: 18.

Ele veio para que tenhamos vida e vida em abundância. João 10.10. 1Coríntios 15:3 diz que "Ele morreu pelos nossos pecados". Éramos escravos, pois 'todo aquele que peca é escravo do pecado'. João 8:34. Tiago 1: 15 diz que "o pecado gera a morte", mas Ele nos libertou. Aleluia!

Podemos também dar o brado de independência! Já faz mais de dois mil anos que o brado foi dado no Monte Calvário: "Pai, tudo está consumado". João 19: 30. Temos de declarar nossa liberdade, nossa independência do pecado e de tudo aquilo que escraviza, sejam falsas religiões, heresias, sistemas e domínios humanos que estão fora do contexto bíblico, da relatividade moral, da mediocridade, de qualquer mal, seja físico, emocional, relacional ou espiritual, das obras da carne, dos vícios e de qualquer embaraço desta vida.

Independência é viver com Cristo. Sem independência, estaremos mortos, seremos prisioneiros de nós mesmos, do diabo ou dos sistemas que existem neste mundo tenebroso, criados pelos homens que são dependentes dele.

Vamos proclamar e viver nossa "Independência" com aquele que morreu por nós: JESUS! 

Emerson G. Dutra

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to Twitter

Templo I - Rua Monteiro Soares Filho, 652
Vila Zelina

Templo II - Rua Marechal Malet, 611
Parque Vila Prudente

Horário de atendimento: segunda a sexta das 8h às 17h
contato: (11) 2347-9141